21 de abril de 2014

The day will come

Sonhos difíceis, nós arriscamos alto, por vezes nossos dedos arranham o céu... nós não podemos aguentar. Mas o dia virá. Alguns dias incendeiam seu mundo, alguns dias afundam-se como pedra. É quando seu coração clamará até que seu corpo esteja entorpecido, e a noite tentará lhe tentar... Mas o dia virá.

But the day will come (Mas o dia virá)



Irmão não abaixe a cabeça até que a sua distância esteja vencida, porque embora pareça tão distante você sabe que o dia chegará... Alguns dias incendeiam seu mundo, alguns dias afundam-se como pedra. É quando seu coração clamará até que seu corpo esteja entorpecido, e a noite tentará lhe tentar... Mas o dia virá.

But the day will come (Mas o dia virá)

p.s: humm, será que deu para entender a postagem? Bem... eu meio que re-organizei a letra da música para que vocês possam usufruir da mensagem principal (que, acredito eu, seja "o dia virá").

12 de abril de 2014

Aquilo que inspira a gente...


5. Escrever a mão: porque, ao contrário de escrever no computador, parece que no papel as ideias ficam mais organizadas e, por conseguinte, fazem mais sentido. Ah, e é óbvio que quando uma ideia surge, não vai ser o computador que vai guardá-la, e sim os rascunhos que ficam atirados em um monte de gavetas e pastas no meu quarto.

4. Livros: é claro que eles não poderiam faltar. As histórias e as lições que eu aprendo com os livros  tem um significado e tanto. Porque, por mais boba que seja a protagonista, por mais fútil que sejam as suas amigas e por mais que o livro seja literalmente chato, sempre tem algo que podemos aproveitar. Existem pessoas que lêem só por ler e existem aqueles que depois que terminam o livro, sentem aquele vazio e vão dormir pensando no seu final. Pensando no que serviu e no que não serviu. Adivinhem em qual grupo estou.

3. Músicas: porque músicas não são apenas músicas. Porque atrás de toda letra tem um sentimento e por trás de todo sentimento tem um sentido. Porque quando estamos tristes, as músicas pioram ainda mais o nosso emocional e porque, quando estamos felizes, elas nos ajudam a aumentar tal felicidade. 

2. Fotos: certa vez fiz um post aqui no blog contando as "histórias das fotografias" (ou o que eu deduzi a partir delas) e desde então, sempre que vejo uma foto me pergunto o porquê foi congelada e aonde tal fato ocorreu. Pode ser sim uma coisa de gente maluca, mas as histórias que eu crio e as teorias que são consideradas para a criação da  tal, sempre me levam a bons resultados. Ás vezes, tristes, mas sempre bons.

1. Aquilo que a gente vive: acho que nem preciso explicar o porquê...